Notícias

a-
a+

Valadares Filho discute desenvolvimento regional em Congresso internacional

07.07.2017

O deputado Valadares Filho (PSB-SE) encontra-se, esta semana, em Portugal, participando do 24º Congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional, realizado na cidade de Covilhã.

Como presidente da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), Valadares Filho foi convidado pela Universidade da Beira Interior, de Portugal, para participar do Congresso. O deputado Carlos Eduardo Cadoca (PDT-PE) também participa do 24º Congresso, como membro da Cindra.

Valadares Filho avalia que os assuntos em discussão no evento são relevantes para o desenvolvimento regional e podem ser transpostos, por analogia, para a situação brasileira. “Estamos discutindo temas que são importantes para o desenvolvimento regional no mundo inteiro, inclusive para o Brasil”, destaca.

Com o tema “Capital Intelectual e Desenvolvimento Regional: Novas paisagens e desafios para o planejamento do espaço”, o 24º Congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional, oferece conferências, mesas redondas e workshops temas relacionados ao desenvolvimento regional de comunidades menos favorecidas.

Segundo Valadares Filho, dessas discussões podem-se trazer subsídios para o desenvolvimento das diversas regiões brasileiras.  O parlamentar do PSB de Sergipe destaca que o debate sobre cultura nesse contexto, que compreende as contribuições da arte, do folclore e de outras manifestações artísticas é um assunto relevante para o desenvolvimento regional. “Temas de cultura popular – nos quais o Nordeste é particularmente rico – devem estar cada vez mais na pauta do desenvolvimento regional, que gera renda e produz empregos”.   

Na área de educação, segundo Valadares Filho, deve-se retomar os rumos do financiamento público desse setor. Financiamento público educacional e desenvolvimento: um estudo sobre o desempenho educacional e o fluxo econômico no sertão do São Francisco, é um tema de suma importância para o desenvolvimento regional.  

Sabe-se que, nos retratos da desigualdade regional, é grande a relevância do setor público no PIB, particularmente na geração de empregos formais nos municípios brasileiros. A questão é que, para superar as desigualdades, é necessário rever os percentuais empregados no Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

A experiência no Congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional, para Valadares Filho, aponta alguns caminhos, como, por exemplo, o do turismo, ou da gastronomia; ou, ainda, valorização do patrimônio histórico, com a divulgação das potencialidades regionais, incentivo ao turismo interno podem ajudar no desenvolvimento regional.

 

 

©2013. Deputado Valadares Filho. Direitos reservados.